Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Deixem o Indie em Paz

Álbum da semana #6

Arctic_MonkeysWhatever.jpg

 

WPSIATWIN ou Whatever People Say I Am, That’s What I’m Not, álbum de estreia dos Arctic Monkeys, conta, para além do maravilhoso título e capa (ai, a capa), com um dos melhores conteúdos de toda a história da música e com um magnífico Alex Turner, acabado de fazer 20 anos. I Bet You Look Good On The Dancefloor é capaz de fazer a mais introvertida das mortais levantar os pés do chão e entrar num moche, em que quase perde a sua companhia, não estivesse esta a agarrá-la furiosamente pela mão (não comparável com um Brianstorm, mas muito bom ainda assim). Dancing Shoes, Still Take You Home e When The Sun Goes Down são igualmente boas e dignas de serem ouvidas e dançadas ao vivo no meio de milhares de pessoas. É um dos poucos álbuns de que gosto do princípio ao fim (a destacar também Mardy Bum, Perhaps Vampires Is a Bit Strong But... e A Certain Romance), sem excepção, e por isso tem um lugar especial no meu coração.

Parece que em tempos disse que o Humbug era o meu álbum preferido de Arctic Monkeys (disse?), provavelmente, devido à minha paixoneta pela Secret Door e pela Cornerstone (e que ainda se mantém), mas, assim a nível geral, WPSIATWIN leva a taça.

Dez em dez.

You're one microscopic cog in his catastrophic plan designed and directed by his red right hand

O espelho retrovisor lançava-lhe, intermitentemente, feixes luminosos vindos dos carros nas faixas de rodagem laterais à sua e que a ultrapassavam, uma vez mais afastados de si, outras mais próximos, quase a rasar, mostrando-lhe como é ténue a linha que separa um carro intacto de um carro em destroços, linha essa que Madalena sentia por vezes vontade de pisar, imaginando a violência do impacto, os destroços espalhados pela estrada, outros carros envolvidos, quem sabe, capotamentos, pessoas feridas, pessoas mortas, outras no limbo.

 

Red Right Hand