Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Deixem o Indie em Paz

Álbum da semana #9

Ghost-BC-Infestissumam.jpg

 

Ghost B.C. é uma banda sueca muito diferente daquelas a que estou habituada a ouvir. A identidade dos seus membros continua por confirmar e, nos seus concertos, vocalista e restantes membros vestem-se de preto e têm a cara tapada. O vocalista personifica uma paródia papal (Papa Emeritus II), desde as suas vestes, que o distinguem dos restantes membros, casula, pálio e mitra (sim, tive de ir investigar os nomes técnicos das vestes), até à mascara que enverga (caveira). Para além das roupas características, as letras das músicas desta banda de heavy metal são maioritariamente satânicas e, ao contrário do que se podia esperar, os vocais não são nada pesados e são muito agradáveis de ouvir (podem confiar que eu não sou nada fã de gritaria, como gosto de lhe apelidar).

A música que inicia este Infestissumam dos Ghost B.C. é homónima do álbum e tem um espectacular instrumental, tratando-se de uma das minhas músicas preferidas de todos os tempos. Sensivelmente a meio, Guhleh/Zombie Queen pode considerar-se como a música base do álbum, tem quase oito minutos e um twist muito interessante, maravilhosamente boa. Monstrance Clock termina o álbum em grande e ganhou também um lugar nas favoritas, juntamente com a Infestissumam (música). Para além de Infestissumam (álbum), vale muito a pena ouvir também o EP If You Have Ghost.

Dez em dez.