Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Deixem o Indie em Paz

Road to the Oscars #3: A Teoria de Tudo

teoria de tudo.jpg

 

Ou, o filme que me fez chorar baba e ranho durante laaaargos minutos, coisa extremamente rara em mim, diga-se.

Como é sabido, o filme é sobre a relação do famoso cientista Stephen Hawking, portador de esclerose lateral amiotrófica, e da sua mulher Jane, desde que se conheceram até este a ter deixado e ido viver para os Estados Unidos. Eddie Redmayne é soberbo neste papel e merece, sem qualquer dúvida, o óscar de melhor actor, pois através deste torna-se deveras angustiante ver a transformação de Stephen, a sua crescente incapacidade e dependência dos outros, a sua postura, a sua fala, e a sua força de vontade em continuar a procurar pela equação que explicará tudo. Toda a sua interpretação é perfeita e em sintonia com o desempenho de Felicity Jones, que facilmente nos põe a pensar como seria se estivéssemos no lugar dela.

Não acredito que vença o óscar de melhor filme, mas é, definitivamente, um filme que deve ser visto por todos, mas, de preferência, sem chorarem tanto como eu.