Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Deixem o Indie em Paz

Em falta na estante #37

departamentodeespeculações.jpg

 

Quando andei a ler sobre as novidades literárias, na revista LER mais recente, um dos livros que mais me chamou a atenção foi este Departamento de Especulações.

Entretanto, fui encontrando por aí mais referências ao livro, o que, juntando ao meu interesse inicial, ao tema do livro e ao facto de ser escrito por uma mulher, me deixou a pensar "tenho de ler isto imediatamente".

 

Departamento de Especulações

Jenny Offill

2015

Relógio D'Água

 

Em falta na estante #34

tudooquetenho.jpg

 

Ainda não li nada de Herta Müller, prémio Nobel da Literatura em 2009. Pela sinopse, parece-me que seja um livro duro de ler como, aliás, são todos os livros que relatam épocas conturbadas da história ou o que se seguiu a acontecimentos muito marcantes na história.

Fico curiosa especialmente por se tratar de uma mulher a quem foi atribuído o Nobel.

 

Tudo o Que eu Tenho Trago Comigo

Herta Müller

2010

Dom Quixote

 

Em falta na estante #33

gentemelancolicamentelouca.jpg

 

Gosto muito da capa. Adoro o título. É um daqueles que nos dá a imediata certeza de que temos mesmo de o ler. Que vamos gostar imenso. Ainda não li nada desta autora e gostava de começar por este. Só é pena ser tão caro face ao tamanho e às margens. Mas a edição é tão bonita.

 

Gente Melancolicamente Louca

Teresa Veiga

2015

Tinta-da-China

 

Não tenho remédio

historiadequemvaiequemfica.jpg

 

A leitura da História do Novo Nome está a ser tão boa que já não consigo pensar noutra coisa (parece que está mesmo, mesmo a sair), não consigo pensar em ler mais nada, apesar de estar muito tentada a comprar Flores (já tive o livro na mão e só dá vontade de o afagar), de Afonso Cruz, e o próximo livro de José Luís Peixoto, que sai lá para o final do mês, Em Teu Ventre. Tanta coisa na estante por ler e depois é isto.

 

Prémio Nobel da Literatura

Ainda bem que foi uma mulher, Svetlana Alexievich, que tem um livro publicado em português, O Fim do Homem Soviético, pela Porto Editora.

Começo a deixar de acreditar que António Lobo Antunes alguma vez ganhe. Ou McCarthy.

Sempre que há um novo Nobel da Literatura sinto-me literária e culturalmente ignorante porque nunca ouvi falar de semelhantes almas (há que realçar que só comecei a prestar realmente atenção ao prémio depois de ter ganho Vargas Llosa). Espero que não venha para aqui nenhum anónimo dizer que conhecia todos os escritores e escritoras a quem o prémio foi atribuído e que já os lia desde a primária. Gosto muito de ler e gosto muito de conhecer novos escritores e de aprender coisas, mas a verdade é que a minha cabeça é fraca, muito fraca, com nomes e não faço assim tanto trabalho de investigação, mas gosto de dar uma vista de olhos a críticas que leio por aí.

Mais um livro para juntar à pilha infinita de livros a comprar e a ler.

 

Livros e séries

Entretanto, A História do Novo Nome já me veio parar às mãos e como a leitura de Adoecer, de Hélia Correia, não estava a correr muito bem, decidi deixá-lo para mais tarde e lançar-me à Elena Ferrante. Também quero começar a ler Jane Eyre e, se desse tempo, o Pela Estrada Fora, ainda este mês.

Como no fim-de-semana não estava com muita paciência para ler, o que se reflectiu no abandono de Adoecer, resolvi ver uma série. Havia outras séries com temporadas por acabar de ver, mas decidi começar a ver How to Get Away with Murder. Vi quatro episódios seguidos. Estou a gostar imenso e se pudesse tinha ficado a noite toda a ver a primeira temporada (já sairam os dois primeiros episódios da segunda temporada). Reparei que já sairam os dois primeiros episódios da nova temporada de Scandal que quero muito ver e também queria ver a nova temporada de The Big Bang Theory. Faltou-me terminar a primeira temporada de Wayward Pines e a última de Orange Is The New Black. Para já vou ficar só com estas antes que me vicie em mais alguma. Pode ser que também acabe de ver a última temporada de Grey's Anatomy e comece a ver a nova, mas ainda vou ter de ponderar, que aquilo andava a deixar-me muito deprimida.

 

Em falta na estante #32

historianovonome.jpg

 

Já aqui disse que fiquei absolutamente rendida a Elena Ferrante e que quero ler tudo desta escritora. O livro próximo que pretendo ler é este segundo volume da tetralogia que começou com A Amiga Genial. Estou cheia de vontade de saber o que se vai passar a seguir com a Lila e a Elena.

 

História do Novo Nome

Elena Ferrante

2015

Relógio D'Água