Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Deixem o Indie em Paz

Discos de 2015 | 2

Tame Impala | Currents

 

Não posso dizer que os Tame Impala sejam das bandas que mais goste, mas este Currents deixou-me interessado em conhecer mais.

 

 

Slayer | Repentless

 

Depois de alguns álbums medianos, o Repentless (o primeiro sem o Jeff Hanneman) trás de volta os Slayer que nós conhecemos. Muita nostalgia, mas thrash do bom. 

 

 

Parkway Drive | Ire

 

Os australianos, apesar de ficarem alguns furos abaixo do álbum anterior (e longe, longe, do brilhante Deep Blue), lançaram mais um álbum jeitoso. Ao vivo deve ficar bem. Esta música em particular é muito apreciada cá em casa. Por mim, claro.

 

 

Palma Violets | Danger In The Club

 

Espera mais, confesso. Tive pena de não os ter visto ao vivo. Fica para uma próxima. Palma Violets faz-me lembrar alguém num carro a dizer que sabia distinguir bem as músicas entre os dois álbuns de pois falhou oito em dez.